Vigilância em Saúde de Itaipulândia está trabalhando intensivamente para conter possível epidemia de dengue no município


A Vigilância em Saúde de Itaipulândia está fazendo sua parte no que diz respeito a combater uma possível epidemia de dengue no município.

Os trabalhos estão sendo realizados nas escolas e nas residência, com palestras educativas e trabalho de vistoria e recolha de material que possam acumular água e consequentemente se tornar um criadouro do mosquito aedes aegypti.

Até o momento o município de Itaipulândia já contabiliza 18 casos confirmados de dengue e outras notificações aguardam resultado dos exames.

Sendo assim, o município está em estado de alerta. Segundo informações do departamento de vigilância em saúde de Itaipulândia, estes números são considerados preocupantes, uma vez que o IIP (índice de infestação predial) é considerado alto no município.

Portanto, a eminência de epidemia é grande, sendo que todas as larvas coletadas deram positivo para o aedes aegypti.

Tendo este aumento considerável de casos a Secretaria de Saúde elaborou um cronograma de ações, que visam conscientizar a população quanto a manter seus terrenos e quintais limpos.

Veja como será a programação:

- Dia 27 de fevereiro será na Escola Dona Leopoldina do Caramuru. Neste mesmo dia e no dia 28 de fevereiro, serão realizadas visitas nas casas da comunidade;

- No dia 02 de março a palestra será na Escola Tiradentes e Rondônia de São José do Itavó, envolvendo alunos e continuam as visitas na mesma comunidade, nos dias 02, 03 e 04 de março.

- Nos dias 05 e 06 de março as visitas acontecerão na comunidade de Jacutinga.

- No dia 09 de março seguem as vistas na Escola João Lorini de Santa Inês, com trabalhos com os alunos e vistas domiciliares nos dias 09 e 10 de março na mesma comunidade.

- No dia 11 de março será a vez da Escola Municipal Carlos Gomes e dia 12 na Escola Estadual Costa e Silva, além de visitas nos domicílios da sede, nestes mesmos dias.

Segundo informações do departamento de vigilância em saúde de Itaipulândia, estes números são considerados preocupantes, uma vez que o IIP (índice de infestação predial) é considerado alto no município.

O mosquito transmissor precisa de água parada. Neste sentido, pede-se a colaboração dos moradores para que mantenham seus terrenos em ordem, mantendo sempre limpos e livres de criadouros do mosquito transmissor da dengue, da zika e da chikungunya.

Os principais sintomas da dengue são: febre, dor de cabeça, dor na região dos olhos, dores nas articulações e mal estar geral. Caso alguma pessoa sentir estes sintomas deve procurar um médico.

Ver mais notícias