Secretaria de Saúde alerta: quase 90% das itaipulandienses estão com exame preventivo atrasado


Secretaria de Saúde alerta: quase 90% das itaipulandienses estão com exame preventivo atrasado

 

A Secretaria de Saúde apresentou um dado importante sobre a saúde da mulher: quase 90% do público feminino entre 25 e 64 anos não realizou o exame preventivo, conhecido como Papanicolau, neste ano. O exame é de rotina e deve ser feito, pelo menos, a cada 12 meses para garantir a segurança e o bem-estar da paciente.

 

No último sábado (28), a equipe do ESF Central agendou 120 mulheres para a realização do exame: 66 compareceram, um índice 45% de desistência. Os “mutirões” para atender à demanda da comunidade são frequentes, assim como o alto índice de desistência nas consultas.

 

“A falta de interesse das mulheres e a desistência depois que o exame é marcado são os principais fatores. Há oferta em todas as Unidades de Saúde, basta procurar e agendar” – comenta Venice Kotz, coordenadora da Atenção Básica.

 

De acordo com o cadastro do Sistema Único de Saúde (SUS), Itaipulândia possui 6.116 mulheres entre 25 e 64 anos. Este ano, apenas 692 realizaram o exame. Ou seja, 88,7% das itaipulandienses estão com o preventivo atrasado.

 

Por que fazer o exame preventivo?

 

“Ele é fundamental para prevenção de câncer de colo de útero, além de diagnosticar doenças sexualmente transmissíveis. As mulheres que comparecem ao mutirão também podem optar por fazer o teste rápido de HIV, sífilis, hepatites B e C” – explica a enfermeira da ESF Central Marizete da Rosa.

 

Para realizar o exame, basta agendar na Unidade de Saúde e consultar o calendário com a equipe. Orientações: não ter relações sexuais no dia anterior, não realizar duchas e não utilizar cremes e óleos vaginais.

Galeria de Fotos

Ver mais notícias