Programas desenvolvidos pelas secretarias de Saúde e Educação promovem ações de prevenção e cuidado à saúde das crianças


Programas desenvolvidos pelas secretarias de Saúde e Educação promovem ações de prevenção e cuidado à saúde das crianças

As Secretarias de Saúde e Educação de Itaipulândia, estão desenvolvendo ações em parceria buscando, cada vez mais, melhoria na qualidade de vida dos estudantes da rede municipal de ensino, partindo da premissa de que a escola é um espaço potencial de transformações sociais e de constituição de conhecimentos e valores.

 

Os Programas Federais, Programa Saúde na Escola (PSE) e Programa Crescer Saudável, visam colaborar com o desenvolvimento dos estudantes da rede pública de ensino, por meio do fortalecimento de um conjunto de ações que integram as áreas de Saúde e Educação, com objetivo de contribuir para a promoção de saúde, melhoria da qualidade de vida e prevenção e cuidado das crianças com obesidade.  Dentre as ações desenvolvidas neste ano pelas Secretarias de Saúde e Educação estão:

 

- Cuidados com a Saúde Bucal;

- Prevenção à covid-19;

- Verificação da situação vacinal;

- Promoção de atividade física;

- Avaliação nutricional de todas as crianças das escolas e CMEIs (realizadas em setembro deste ano);

- Questionário de frequência alimentar enviado aos pais para preenchimento;

- Atividades com os alunos em sala de aula com o tema:  Alimentação Saudável e Prevenção a Obesidade infantil. Onde os Professores fazem uso de uma cartilha desenvolvida pelas Secretarias e trabalham o assunto dentro de suas matérias.

- Todas as turmas terão o assunto abordado até o final do ano letivo.

- Início dos atendimentos para as crianças com alteração na avaliação, onde os pais/responsáveis pelas crianças com alteração na avaliação, são encaminhadas a Unidade de Saúde da Família para orientação nutricional com a Nutricionista.

 

Os atendimentos estão sendo realizados nas comunidades, e os que não forem encaminhados ainda este ano, serão agendados para o início do próximo ano.

 

“Sendo assim, para que estas ações promotoras da saúde obtenham resultado satisfatório e combatam doenças que possam comprometer o desenvolvimento e aprendizagem dos alunos, é necessário que os profissionais de saúde e toda a comunidade escolar (professores, funcionários) pais e alunos esteja envolvida”, comenta a Nutricionista e Coordenadora dos Programas, Andréia Bohnenberger. 

Galeria de Fotos

Ver mais notícias