Itaipulândia analisa possibilidade de decretar Estado de Emergência Pública em função da estiagem


Itaipulândia analisa possibilidade de decretar Estado de Emergência Pública em função da estiagem


A forte estiagem que está atingindo Itaipulândia e toda a região Oeste do Paraná, já trouxe sérios prejuízos aos produtores rurais com perdas consideráveis na safra da soja.

Com a finalidade de verificar a situação das lavouras, na manhã desta quinta-feira, 30, a prefeita Cleide Prates, o Vice-prefeito Lindolfo Martins Rui e o Secretário de Agricultura Abel David Serena, estiveram visitando várias lavouras do município para verificar a situação. Conforme disseraM, é lastimável a situação da cultura da soja, bem como do milho, nas lavouras do município.

De acordo com dados e laudos de profissionais das áreas técnicas de Cooperativas, Empresas do setor agrícola e setor público, a queda na produção será muito grande, uma vez que as culturas foram atingidas em todos os seus estágios.

Conforme disse o Secretário de Agricultura Abel David Serena “estamos preocupados com a real situação em que se encontram nossas lavouras. Estamos fazendo os levantamentos necessários e a prefeita Cleide juntamente com o Vice Lindolfo estão sensíveis com a situação e estamos estudando a possibilidade de decretarmos Estado de Emergência Pública em função da estiagem.”

O Secretário também informou que os secretários de agricultura dos municípios da AMOP estão em conversação, uma vez que praticamente todos os municípios foram atingidos pela estiagem, inclusive estão discutindo para que seja marcado um encontro com o Secretário de Agricultura do Paraná Norberto Ortigara para buscar alguma solução em benefício dos produtores.

Galeria de Fotos

Ver mais notícias