VACINAÇÃO CONTRA FEBRE AMARELA SERÁ INTENSIFICADA NAS UNIDADES DE SAÚDE


Considerando a confirmação da circulação da Febre Amarela no litoral do estado do Paraná, um alerta epidemiológico do centro de epidemiologia por meio da divisão de vigilância do programa de imunização reforçou a intensificação seletiva contra a doença em todos os municípios do estado, com o objetivo de ampliar a cobertura vacinal, além de reduzir a população suscetível à patologia num curto espaço de tempo.

A Febre Amarela é uma doença infecciosa febril aguda, causada por um vírus transmitido por mosquitos vetores e possui dois ciclos de transmissão: silvestre (quando há transmissão em área rural ou de floresta) e urbano. O vírus é transmitido pela picada dos mosquitos transmissores infectados e não há transmissão direta de pessoa a pessoa.

A vacinação acontecerá no dia 23 de fevereiro de 2019 das 08h às 11h30 nas unidades de Santa Inês, São José do Itavó, Caramuru e Centro (ao lado do SAMU). Obrigatório a apresentação da carteira de vacinação e documento de identificação. Além da vacina de febre amarela estará sendo atualizadas as demais vacinas do calendário nacional de imunização.

O Vacina da Febre amarela é administrada em dose única para o público entre 9 meses e 59 anos idade, que nunca tenham se vacinado ou sem comprovante de vacinação. O Ministério da Saúde afirma que a vacina é contraindicada para crianças menores de seis meses, para mulheres que amamentam crianças de até seis meses, pacientes em tratamento de câncer e pessoas imunodeprimidas.

Para os indivíduos acima dos 60 anos e gestantes, é recomendada precauções. Sendo assim, para estes grupos a orientação é que a pessoa busque ajuda médica, cujo profissional de saúde avaliará o benefício e o risco da vacinação, levando em conta o risco de eventos adverso.

Ver mais notícias