Equipe NASF realiza trabalho com os alunos de Itaipulândia

Em alusão ao Setembro amarelo a secretaria de saúde através do NASF - Núcleo de Atenção à Saúde da Família e das ESF- Estratégia de Saúde da Família, estão realizando um diálogo com os alunos das escolas estaduais e municipais do Município de Itaipulândia, a fim de conscientizar sobre o tema: “Depressão e Suicídio, qual a relação com o Bullying: precisamos falar sobre isso!!!”

As pesquisas apontam que a prática de Bullying é um gatilho para que criança e adolescente desenvolvam ansiedade, depressão que pode levar ao suicídio.

A sociedade em geral acreditam que isso é algo distante, isolado, que quase não ocorre, porém infelizmente as pesquisas apontam o contrário. De acordo com o Programa Internacional de Avaliação de Estudantes (Pisa), 01(um) em cada 10 (dez) estudantes no Brasil é vítima frequente de bullying. Na faixa dos 15 anos, dados do relatório mostram que 17,5% dos alunos brasileiros sofreram algum tipo de bullying “pelo menos algumas vezes no mês”.

Dados divulgados pela BBC Brasil indicam que, entre 1980 e 2014, a taxa de suicídio entre jovens de 15 a 29 anos aumentou 27,2% no Brasil. O suicídio já é a segunda maior causa de mortes nessa faixa etária, segundo dados na Organização Mundial da Saúde (OMS).

Segundo a psiquiatra, estudos mostram que casos de ansiedade e depressão podem estar relacionados ao bullying. “Ele vai massacrando a autoestima e isso favorece desenvolver alguns quadros, entre eles, de ansiedade e principalmente de depressão. Há estudos nacionais e internacionais mostrando que pessoas vítimas de bullying são mais suscetíveis a desenvolver quadros depressivos” (Ana Lucia Caldas).

Portanto, durante o mês de setembro está sendo realizado orientações e conversas com os alunos da rede estadual e municipal de ensino, que buscam promover a saúde mental, e apresentar-lhes esclarecimentos sobre a relação do Bullying com a Depressão e o Suicídio.

As intervenções nas escolas no mês de setembro tem como finalidade debater o assunto e de lidar com a influência do bullying sobre a depressão e da depressão sobre o suicídio, visam assim, promover a prevenção da saúde mental de crianças e adolescentes e mobilizar a sociedade a falar sobre esse assunto.

Com a finalidade de divulgar o tema e garantir que a sociedade tenha conhecimento sobre o assunto as crianças e adolescentes produziram uma frase sobre o tema, as frases destaques foram escolhidas para divulgação em rede social, segue abaixo as frases selecionadas:

“Eu me sinto muito feliz, porque eu acho que atrás de cada criança que acredita em si mesma, a família foi a primeira a acreditar!” – Jaqueline dos Santos Macedo – Colégio estadual Tiradentes São Jose do Itavó.

“A minha vida é muito legal, tenho bastante amigos, minha família é legal, ainda bem que eu tenho essa vida, bom, a minha vida é legal.” – Aaron - 6°ano- Colégio Estadual Tiradentes São Jose do Itavó.

“Eu sou feliz porque a minha vida é muito legal, divertida, etc. eu gosto de: brincar com meus amigos, jogar bola. Sempre eles tiveram respeito por mim, nunca faltaram com educação e nunca me abusaram, sempre me trataram com respeito e eu gosto muito deles de coração.” – Natielly – 6°ano- Colégio Estadual Tiradentes São Jose do Itavó.

“A coisa mais boa da minha vida é ter uma família boa que nem a minha e amigos legais” – Fernanda Prado – 6°ano - Colégio Estadual Tiradentes São Jose do Itavó.

“Eu entendi que quando as pessoas estão com depressão os amigos, colegas não precisam se afastar dela(e), talvez uma conversa resolva” – Ana Maria Silveira - 7°ano “A” Colégio Estadual Tiradentes São Jose do Itavó.

“O que me faz ser feliz é minha família unida” – Juliana – 8° ano “A” Colégio Estadual Tiradentes São Jose do Itavó.

“Eu sou feliz porque tenho uma família que me apoia em tudo, amigos verdadeiros que eu sei que se eu precisar vão estar comigo.” – Leticia Rodrigues da Silva – 8°ano “A” Colégio Estadual Tiradentes São Jose do Itavó.

“A vida, é dia após dia, aprendendo e ensinando, levando tropeços da vida, dando a volta por cima. E acreditando que um dia tudo pode ser novo.” – Adriano Sorvete 9°ano. Colégio Estadual Tiradentes São Jose do Itavó.

“Bullying causa depressão e depois suicídio. Não pratique bullying contra o colega ou uma pessoa desconhecida. Bullying é crime, não faça isso com ninguém na escola e nem em casa.” -Raissa Gabrielly – 4° “A”. Escola Municipal Carlos Gomes.

“Bullying é crime. Tem o bullying sexual, físico e psicológico. Se você está sofrendo bullying não guarde este segredo, conte para alguém porque você vai guardando esse sentimento ruim e um dia pode acabar não aguentando. Então conte para alguém.” - Heitor Gittler– 4° “A”. Escola Municipal Carlos Gomes.

“Bullying, depressão e suicídio. Não é brincadeira! Não deixe passar! Se você está sofrendo por causa de depressão, bullying e pensamentos suicidas procure ajuda, não guarde esses sentimentos ruins só para você! Procure conversar com alguém sobre isso! Se você está passando por isso procure ajuda! – Isabella Ghissi – 4° “B”. Escola Municipal Carlos Gomes.

“É muito feio fazer bullying com colegas. Chamar alguma criança que é um pouco gorda de baleia, barril, bola de futebol, etc. A pessoa pode ficar triste, algumas pessoas ficam tão triste que entram em depressão e podem cometer suicídio” –Enzo o. Hiither– 4° “B”. Escola Municipal Carlos Gomes.

“Se você sofre bullying não fique com medo, conte para alguém, não deixe virar depressão!” –Eduarda Gabrieli Herther – 4° “C”. Escola Municipal Carlos Gomes.

“Bullying, uma coisa séria, que faz escurecer o coração do outro, faz a pessoa ficar solitária, levando a depressão. Então faça uma coisa boa ajude a quem precisa, faça o melhor!!!” – Gustavo W. Bald – 4° “C”. Escola Municipal Carlos Gomes.

“Devemos ajudar as pessoas que sofrem bullying e não praticar.” – Yasmin E. Ferrari – 4° “D. Escola Municipal Carlos Gomes

“Bullying pode causar depressão é crime e ninguém gosta.” Ana Paula Frank Lenz– 4° “D” Escola Municipal Carlos Gomes.

“Lute, acredite, conquiste, perca, almeje, mas acima de tudo seja você mesmo. E mesmo que exista problemas, enfrente-os.” Amanda – 9° “C”

“A vida é muito curta para não ser aproveitada com coisas boas. Se precisar peça ajuda, se não precisar, ajude.” Flávia – 9° “C”

“Toda a sociedade e seus diversos setores podem colaborar na Prevenção da morte por suicídio! Não julgue pela aparência, não faça fofocas se não sabe, isso não é brincadeira, é coisa séria!” Anne Luiza Sitta Maya – 7° “C”

“O mês de Setembro é contra a depressão e o suicídio. Se precisar de ajuda, não hesite.” Ketlynn k. Peterson – 7° “C”

“Depressão não é drama é doença, muito trágica e também um dos maiores causadores do suicídio, por isto lembre, você é muito importante e vamos lutar por esta causa.” Paola Tozo Bayerle – 7° “D”

“Depressão existe sim, depressão é uma doença que muitas vezes causa suicídio. E tudo isso começa pelo Bullying. Diga não ao Bullying.” Leticia Thais Lenz – 7° “D”

“O suicídio é relacionado com o bullying e depressão. Bullying sofre muitas coisas exemplos: ‘aquela pessoa é gorda’, ‘tal fulano é burro’, ‘aquele menino é surdo’. E isso pode levar a depressão que é ter tristeza por um longo período e independentemente da idade pode acontecer com qualquer um. Se comunique com alguém.” Jorge Costa Eichenberg – 6° “A”

“O setembro Amarelo tem dois assuntos muito importantes, o suicídio e a depressão. A depressão é a tristeza excessiva e para isso acontecer na maioria das vezes a pessoa sofre bullying, alguém xinga ela, porque as vezes ela é baixinha, gordinha, muito alta, magra... e isso pode levar ao suicídio. A pessoa fica tão triste que pode até se matar. Exemplos de palavras usadas no bullying: baleia, palito, viado, gay, tampinha, baixinha, taquara, etc..” Gabriel Luan Bergonsi – 6° “A”

“A minha atitude faz a diferença! Isabella – 4° ano

“Eu nunca sofri bullying mas só sei que essas coisas deixam as pessoas tristes e nunca vou fazer bullying e sempre quero ajudar todo mundo e nunca irei rir das pessoas.” Gabriel José – 4° ano

“Eu gosto de uma escola sem Bullying e sem briga.” Zaqueu – 3° ano

“Não cometa bullying porque você tem que se colocar no lugar do outro.” Tania – 3° ano

“Não seja cumplice, denuncie, fale para alguém.” Juliana – 5° ano

“Todos são iguais e não podemos fazer bullying para termos uma boa escola.” Adrian – 5° ano

“Pedir ajuda não é motivo de vergonha. Ligue 188 e procure um profissional. Depressão não é frescura.” Maria Safanelli – 3° “A” Colégio Estadual Costa e Silva

“Não trate mal uma pessoa, você nunca saberá realmente o que ela está passando ou sentindo. Você pode ser o empurrão dela rumo ao abismo, ou a corda que tira ela do poço.” Luana Gabriela – 3° “A” Colégio Estadual Costa e Silva

“Em um ano muitas pessoas se suicidam por causa do bullying, não deixe tantas vidas, tantos sonhos se acabarem por causa do bullying.” Lucia – 5° Escola Municipal Carlos Gomes

“Não há amor em um coração preconceituoso. Bullying não tem graça ajude a combater. Ligue 188 em caso de depressão, ou procure ajudas técnicas.” Denise Rafaela Ferreira da Silva – 5° “A” Escola Municipal Carlos Gomes

“Cuidado com o que você fala, para não magoar as pessoas. Respeite! Tudo começa pelo respeito!” Jorge Luiz da Silva – 3° “B” Escola Municipal Carlos Gomes

“Bullying é feio e as pessoas ficam tristes. Não pode ficar rindo dos outros, não pode ficar chamando de apelido como: ‘magrelo, quatro olhos, bola, baleia’ e deixar os outros sozinhos.” Izabela Luiza – 3° “B” Escola Municipal Carlos Gomes

“O bullying é o que uma pessoa faz com a outra. A depressão não é uma doença qualquer, a depressão é uma doença grave. Depressão pode levar a morte!” Thayla P. O. – 5° ano Escola Municipal João Lorini

“Se você sofre bullying não deixe o tempo passar, só vai piorar. Não espere, aja.” Jenifer – 5° ano Escola Municipal João Lorini

“Respeite os colegas, os alunos, os funcionários e professores. Bullying, hoje você é o caçador, amanhã você é a caça...” Vitor José – 4° ano Escola Municipal João Lorini.

Serviços
Telefones Úteis
Assistência Social | (45) 3559-2024
ACIAI | (45) 3559-1431
Câmara de Vereadores | (45) 3559-1128
Conselho Tutelar | (45) 3559-1166
Detran | (45) 3559-1241
Hospital | (45) 3559-1151 / 2068
Junta Militar | (45) 3559-2024
Posto de Saúde | (45) 3559-1190 / 1238
Samu | (45) 3559-1717 ou 192
Sanepar | (45) 3559-1429
Vigilância Sanitária | (45) 3559-1715
Horário de Atendimento 07:30h às 11:30h | 13:00h às 17:00h - segunda a sexta-feira

Rua São Miguel do Iguaçu - Centro - (45) 3559 - 8000
imprensa@itaipulandia.pr.gov.br