Casa própria modifica a vida de 104 famílias no Bairro Caramuru

Toda vez que acorda, o aposentado Ailton Rais, contemplado com uma das 104 moradias do conjunto Jardim Felicidade, no Bairro Caramuru, agradece o fato de estar sob o tão sonhado teto próprio, conquistado após anos de tentativas e recebido como prêmio maior de uma vida dedicada ao trabalho e à família.

Seu Ailton correu atrás, juntou papeis e colocou em ordem a documentação necessária para dar entrada no processo para aquisição de seu imóvel, após longos anos de aluguel em casas variadas e tentativas infrutíferas de prosperar diante de sucessivas crises econômicas, que sacrificaram as economias reunidas no período da ativa.

Hoje a realidade é outra e ele tem uma razão muito forte para continuar sonhando com dias melhores. “Essa casa é um sonho. Tem tudo o que preciso. E o melhor de tudo: posso dizer que é minha. Sou muito grato às pessoas que me ajudaram nesta conquista”, declara ele.

O resultado é uma casa de alvenaria completa, com telhado de barro, laje em concreto armado, banheiro interno, esquadrias e aberturas metálicas, piso de qualidade superior e outras comodidades. Soma-se a isso um capricho que segue o exemplo dos vizinhos do conjunto, todos com belos jardins e atentos à limpeza e ordem no bairro.

Seu vizinho, Elias Pereira de Souza, possui história semelhante de lutas e hoje conforta-se em uma casa de qualidade, que reúne tudo aquilo que sua família precisa e está contemplado com asfalto, iluminação pública, rede de água e próximo aos equipamentos públicos do bairro.

“A gente acompanhou cada passo da obra e pode verificar a qualidade nos materiais, na mão de obra e nos prazos. Tudo ficou como o planejado. Muita gente critica o poder público, mas aqui a gente pode constatar que o trabalho foi eficiente”, destaca.

Getulino Severo, também aposentado, lembra de momentos difíceis pelos quais passou, pagando aluguel e sacrificando os recursos naquilo que não era seu. “É um dinheiro que não volta mais. Nada melhor do que olhar para a minha casa e sentir o orgulho de dizer que conquistei cada tijolo dela”.

Para realizar o sonho da casa própria dessas famílias, a Prefeitura de Itaipulândia investe em habitação e já entregou perto de 300 unidades em pouco mais de um ano e meio, número expressivo e que evidencia a política da casa própria como prioridade da administração.

Parte das unidades ainda está em construção: algumas foram financiadas pela Caixa Econômica Federal e outras pelo Fundo Municipal de Habitação.

Serviços
Telefones Úteis
Assistência Social | (45) 3559-2024
ACIAI | (45) 3559-1431
Câmara de Vereadores | (45) 3559-1128
Conselho Tutelar | (45) 3559-1166
Detran | (45) 3559-1241
Hospital | (45) 3559-1151 / 2068
Junta Militar | (45) 3559-2024
Posto de Saúde | (45) 3559-1190 / 1238
Samu | (45) 3559-1717 ou 192
Sanepar | (45) 3559-1429
Vigilância Sanitária | (45) 3559-1715
Horário de Atendimento 07:30h às 11:30h | 13:00h às 17:00h - segunda a sexta-feira

Rua São Miguel do Iguaçu n° 1891 - Centro - (45) 3559 - 8000
imprensa@itaipulandia.pr.gov.br